02 abril, 2012

O oito anuncia a vinda de algo novo


Olá Irmãos de Fé! 
Algumas considerações do símbolo oito. 

O oito assemelha-se a uma corda sem fim, unida sem vazamento de sua energia, assim como na representação do número zero. O número 8 é símbolo do infinito e representa a totalidade do Universo, a imutável eternidade e o equilíbrio cósmico. 
O 8 está claramente associado com a prosperidade e a multiplicação. Para diversas crenças, o oito significa a libertação do karma, o equilíbrio superior na evolução. 

Na Índia, encontramos este símbolo nos oito elefantes que sustentam a Terra; para os gregos o oito é o símbolo do ar e foi dedicado também à Vênus; observamos decorações com a estrela de oito pontas em alguns 

Templos gregos, babilônios e caldeus. Teosofistas modernos associam o Caduceu de Hermes, com suas duas serpentes entrelaçadas, simbolizando o oito. No budismo existem oito caminhos para levar ao Nirvana e oito regras de conduta com oito graus de elevação para os monges budistas. No paraíso do Islã encontramos oito portas e na África, o número oito é um símbolo da Criação. Para muitos, o oito é olhado como um símbolo da ressurreição.


Santo Ambrósio considerava o oito o símbolo da regeneração, e Santo Agostinho como a ressurreição gloriosa. Como o oito indica a passagem de um estado para outro - para um novo estado - Santo Agostinho considerava que a passagem do número 7 para o número indicava a sucessão da Antiga Lei para a Nova, que abria ao homem as portas do céu. 



Em suma, o número oito, é universalmente usado como símbolo da salvação (oito foram as pessoas salvas na arca de Noé), da passagem de um estado para outro, de uma ressurreição. Entre os chineses, o oito é o símbolo da “navegação feliz”. A cruz de Malta é construída pelos oito raios e um círculo. Em suma, o número oito é universalmente usado como símbolo da salvação, ressurreição espiritual.


Caduceu de Hermes - Deus grego


ASAS - Símbolo da diligência da presteza, solicitude, dedicação e o cuidado ao exercer de suas atividades.


ELMO - Peça de armadura antiga que protegia a cabeça. Significa proteção a mente.



BASTÃO - Simboliza o eixo, o pilar, a base o que sustenta e dá poder.

SERPENTES - Simbolizam a sabedoria, isto é, o quanto se deve estudar antes de agir, para escolher o caminho correto e ao mesmo tempo mais flexível e, às vezes, até sinuosos.

Matematicamente o número 8 na horizontal é o símbolo da eternidade. O lemniscata é a clássica representação do infinito, a comunhão perfeita entre o consciente e o inconsciente, e do conhecimento esotérico, representando a harmonia da obra terminada. 

É o número da ordem e do equilíbrio cósmicos. Está associado às ideias de justiça e harmonia. Sugere a imparcialidade e a capacidade de julgar seus atos, como dos outros. Representa também a força moral e a integridade, o equilíbrio entre o bem e o mal, número do equilíbrio material e espiritual.

Com Orgulho e Alegria de ser Umbandista 
Saravá, Mãe Tania 
Egrégora 8